domingo, 20 de setembro de 2015

Aqueduto de Saberes Artes e Oficios

O Mundo é uma Tartaruga Gigante que se move lentamente. Alguns são tripulantes, outros, apenas passageiros a viajar. Alguns Tripulantes querem que ela avance. Outros não querem saber para onde ela vai. Em cima da Tartaruga, que é o Mundo, somos todos gente. Um dia a Tartaruga vai chegar ao seu destino. O destino é aquele que os passageiros acreditam ser a felicidade. Os Tripulantes também. Mas alguns andam distraídos. Precisamos de todos. Todos queremos o mesmo.

Ser completos no Mundo cheio de gente.

 Miana Mvzaxi
(anónima do mundo)
http://miana-mvzaxi.blogspot.pt


 -----------------------------------------------------


Um pensamento só existe como acção. Acção e pensamento são a causa e a origem do futuro. Tal como eu e os outros que são o fundamento do futuro. O futuro incerto do Século XXI que um dia sonhei eu quero que seja tudo menos certo. 
A Utopia é o tempo da evolução.

 António Guilherme Democracia
(Artista, Pensador Cidadão do Mundo) 


-------------------------------------------------------


OTSIRC
-----> Nação Luz Itânica <-----




A Terra acolhe,
A Lua ilumina,
A Alma acende,
A Vida desperta,

O Infinito abre-se,
O Milagre emerge,
A Esperança nasce,
Revela-se o Mundo,

Nos Oceanos atravessa,
Nas correntes desenha,
Nas velas avança,
No Oriente celebra,

O Futuro,
Modos, cores e verbo
Amizade sublime,
Que casa razões,

Ordem da liberdade,
Eterno canto do Amor,
Alma do vasto plano Azul,
Das metades que ligaram,

Robusta ponte invisível,
De vontades colada,
Deus orgulhou-se no feito,
Da linhagem de Eleitos.

OJNA 21
1999-12-31



---------------------------------------------------------------------------------
ESTATUTOS  
---------------------------------------------------------------------------------


ASAO XXI

Aqueduto de Saberes Artes e Oficios




Artigo 1.

O propósito principal da ASAO XXI é a demanda da subtracção do ruído como perturbação do diálogo humano com a fascinante dádiva que é a vida. O ruído conduz à comunicação deficiente e constantemente ao conflito generalizado sem legitimidade e por fim à facturação espiritual.
A facturação é a causa da infelicidade. A ASAO XXI tem por esse motivo, como principal meta a perseguição da felicidade e da plenitude humana através da Guerra contra a facturação da vida.

A sociedade contemporânea é fracturada pelo bem monetário que desfigura eficientemente o valor humano e o mérito. O mérito mede-se em dimensão do valor monetário que um individuo consegue acumular, independentemente da forma como o atinge. O valor monetário como bitola de transacção de bens e serviços, permitiu que a humanidade rumasse velozmente até ao início do Século XXI. Um início confuso, instável e perigoso que procura um sentido e um rumo que ainda não absorveu inteiramente as conquistas dos Séculos XIX e XX.

O valor monetário introduziu e continua a introduzir ruídos nefastos à harmonia em unidade da humanidade e criou fossos, injustiças e desigualdades profundas no Mundo em mudança a cada nano segundo.

A ASAO XXI pretende estimular a antecipação da mudança, e nela a harmonia musical do século em que nos encontramos. Unindo o novo com o muito antigo, relativizando o valor monetário e transformando a forma como se aprende e se trabalha colectivamente.

A dignidade humana nasce do trabalho e dos frutos que ele produz. A dignidade humana nasce da união com o outro. A dignidade humana começa a construir-se quando se nasce e ilumina-se quando partimos rumo à origem que nos entregou o sopro da Vida. Quando ele termina descobrimos se a Vida que se cumpriu teve sentido e deu sentido à Vida que lhe deu santuário na Terra.

É imperativo dar sentido e forma ao V Poder. Os meios de comunicação assertivos, sofisticados, gratuitos e em constante evolução são o suporte do V Poder. Meios que devem ser utilizados para emitir mensagens de união, sensibilização e acção concertada que tenha uma visão simples das coisas e estimule a  unidade naqueles que a recebem.

A ASAO XXI é a entidade de comunicação e meios que, entre outros objectivos, vai dar expressão e voz ao V Poder. O V Poder são os movimentos de cidadania onde as mulheres devem poder dar espaço à sua natureza matriarcal.

O V Poder deve a sua origem aos legados que o conduziram à actualidade e que são os legítimos guardiões dessa origem. O V Poder emerge na Fêmea que é também origem da Vida inteira e limpa.
É primordial dar à Mulher a sua real posição no Mundo como inicio ordem desse mesmo Mundo.

As mulheres são a causa da cidadania e das causas colectivas que começam sempre num ventre.

É este o manifesto essencial da ASAO XXI e nela a causa do Século onde ele nasce e se vai desenvolver.

O Milénio do V IMPÉRIO.

O das Mulheres.
O do Amor das Mulheres pelo Mundo onde vive o fruto dos seus ventres.

O Mundo onde há cerca de Mil Anos nasceu um pensamento.
Fundar o Porto do Grall e 500 anos depois desvendar o Mundo a si próprio.

Unindo o masculino com o feminino.
O Ocidente com o Oriente.
Com mastros, velas e cascos alimentados pela causa do filho de Deus.

PORTUGAL começa novamente a acender a Luz Itânica do Mundo.
A Luz que irá serenar o Mundo para lhe serem apresentados novos Mundos.

Os que estão além do nosso sistema solar.
Mas primeiro vamos cuidar do nosso.

Artigo 2.
Dar à Mulher a legitimidade da sua condição divina consagrada no seu útero, na maternidade e capacidade intrínseca de ser causa do Mundo através do fruto o seu ventre.

Artigo 3.
Devolver dignidade e valor aos Anciãos não os votando ao esquecimento mas tornando a sua história pessoal e memórias na sustentação do berço para que haja temperança no futuro.

Artigo 4.
Receber a Vida com respeito pela sua identidade singular, única e frágil, capacidades inatas e meios multi-sensíveis alinhados com a essência natural do cosmos, garantindo-lhe o conforto e filiação necessários ao seu crescimento, evolução, ampliação e iluminação.

Artigo 5.
Devotar acções que sejam o reflexo da pluralidade, da unidade e do bem comum onde viajamos. A Cápsula em deslocação que se afasta do centro do universo onde vivemos.
A nave que habitamos.
O planeta TERRA.

Artigo 6.
Sedimentar o legado colectivo de Portugal enquanto nação que revelou o Mundo a si mesmo e com naus, caravelas e engenho concretizou pontes tão sólidas e profícuas que ainda hoje continuam firmes e circuláveis podendo derrubar muros e falsas proposições

Artigo 7.
Preservar as Pontes e intensificar as relações entre Portugal e o Japão historicamente unidos sob o mesmo céu e interrelacionados como efeito causa e causa efeito da contínua modernidade, evolução e plenitude.

Artigo 8.
Desenvolver, construir e colocar no campo de batalha armas de destruição da corrupção da pessoa humana, das suas falsas crenças e identidade inibida fazendo com que brote a que é singular através do cultivo do conhecimento, da arte e do erotismo enquanto linguagem universal.

Artigo 9.
“ O Interregno coloca-nos a interrogação e nela emerge a criatividade necessária para fundar o Futuro”
Pedro Passos Canavarro
Historiador, Politico, Humanista e Pedagogo

“ No Portugal contemporâneo a criatividade necessita da loucura para que tudo ganhe sentido”
Carla Teresa Nascimento Almeida
Fotógrafa, Relações Públicas, Licenciada em Marketing e Publicidade

A loucura e a criatividade responsáveis são a chave deste milénio. O milénio onde poderemos desvendar muitos enigmas humanos. Estaremos sós?

A crença da humanidade numa origem comum e na imensidão infinita da vontade de Deus, o Deus da conduta amorosa e do seu espírito, aquele que se pode observar na sua suprema sabedoria, o AMOR, também abre a descoberta de novos Mundos que são factos da manifestação da inteligência divina.

A ASAO XXI através dos seus Luzonautas e da Lusofonia, enquanto ponte, deseja ser a passagem para a próxima Fronteira. A que está além do sistema solar terrestre. Os nossos irmãos de outros Mundos, Multiversos e Multidimensões.

Santarém, 13 de Setembro de 2015
Miguel 5 Bérrio
http://tnt-temperaturasnumerosetriangulos.blogspot.pt

-------------------------------------------------------------------------
CONTACTOS

mariomf.cardoso@gmail.com